Tag Archives: Chile

Vídeo: Até a próxima, Chile!

27 jan

Ah, Chile! Esse cantinho de terra que parece pequeno no mapa guarda belezas da sua natureza que nunca tínhamos visto antes, e uma riqueza em seu povo que esperamos ver sempre em todos nós.

Nossa passagem foi rápida e marcante, mas seguramente não será a única. Até mais!

Valparaíso analógico

20 jan

Já que tínhamos que voltar a Valparaíso pelo motivo do post anterior, decidimos ir, não como uma obrigação, mas como um novo passeio muito prazeroso. Aproveitamos para levar nossa Holga 35mm e ela nos mostrou a cidade de um novo jeito.

Do alto do morro

Capitão Neruda

Fachadas coloridas e floridas competem com a vista do porto

Victor e La Sebastiana

Viu? Não foi tão ruim assim… Devia esquecer meu passaporte mais vezes. ;)

Veja mais fotos de Lomography em nossa fan page do Facebook.

A primeira e única briga

17 jan

Clique para ampliar:

E foi mais ou menos assim, com toda essa calma de monge budista, que Victor me ajudou a ser uma pessoa (e namorada, e companheira de viagem) melhor. Sim, tivemos que voltar a Valparaíso para buscar meu passaporte, e ele não abriu a boca para me dar sermão. Depois dessa, nunca mais tive coragem (e motivo também) para reclamar de nada e a paz reina no Projeto Nosotros. Fim.

Meninos, aprendam!

Pelas ruas: circuito Neruda

16 jan

Mesmo que este projeto seja uma busca de jovens artistas, o reconhecimento das nossas grandes referências faz parte do que somos hoje. Foi isso o que nos moveu a visitar as três casas de Pablo Neruda: La Chascona (Santiago), La Sebastiana (Valparaíso) e Isla Negra.

A primeira foi contruída para sua amante Matilde, que depois se tornou sua esposa. Chascona significa descabelada, e era assim que ele a chamava. Toda a casa é uma grande declaração de amor à Matilde (se nem Neruda deixa de ser piegas por ela, não sou eu quem vou tentar evitar).

   A flor descabelada é o símbolo da casa e está espalhada por todos os cantos.

Nossa segunda parada foi em uma cidade chamada Valparaíso (suspiro). É uma cidade portuária linda e, como grande parte dela fica em morros, pode-se ter uma vista maravilhosa de qualquer lugar.

   E esta era a nossa.

Entre muitos atrativos de Valparaíso está a chorrillana, prato típico chileno que nasceu por lá, e nós chegamos ao lugar que se diz criador da verdadeira receita.

Caminho sem volta para a perdição gastronômica.

Só a casa do Neruda seria um capítulo a parte. O cara, além de diplomata e Prêmio Nobel, ainda sabia projetar uma casa.

O ponto final foi em Isla Negra. Neruda é famoso pela paixão pelo mar, e suas casas não me deixam mentir. Todas foram construídas como se fossem um navio. É proibido tirar fotos de dentro delas, mas só este detalhe nos dá uma ideia:

Pablo Neruda reunia os amigos neste barco à esquerda para beber e, sempre que passava um navio em frente à sua casa, ele tocava esse sino da foto, porque esta é a saudação entre capitães.

A casa de Isla Negra é onde estão os maiores tesouros de Neruda. Ele colecionava tudo: taças, cavalos de madeira, peças de navio… A casa é também o lugar que ele escolheu descansar ao lado de Matilde, a Chascona.

   A vista do poeta.

Neruda não era um poeta só de palavras, e visitar suas casas é como ler três livros imperdíveis. Difícil terminar um post sobre ele, então deixo aqui um de seus poemas, que é o meu preferido:

Aqui na ilha
o mar
e quanto mar
sai de si mesmo
a cada momento,
diz que sim, que não,
diz que não, que não, que não,
diz que sim, em azul,
em espuma, em galope,
diz que não, que não,
não pode estar quieto.
Me chamo mar, repete
batendo em uma pedra
sem conseguir convencê-la.
Então
com sete línguas verdes,
de sete cães verdes,
de sete tigres verdes,
de sete mares verdes,
recorre-a, beija-a,
umedece-a
e golpeia-se no peito
repetindo seu nome.

Vídeo: YEY

7 jan

O primeiro Toy Art chileno fabricado por um designer louco em sua própria casa pelado e tomando cerveja. Não é coincidência que o toy também seja o primeiro a sair pelado no mercado!